[ #PlayMe ] Yes or No ( comentado )

É, eu sei que 1 bilhão de blogs, vlogs, páginas, sites, e o Jornal Nacional estão há décadas comentando filmes, mas me digam se eu podia ficar calada diante dos filmecos mais A-DO-RÁ-VEIS do universo asiático?
MAMA também gosta do gênero.
Tanto que o meu filme favorito coberto de granulados coloridos é 'Memórias de uma Gueixa' e pode até ser que eu acabe comentando ele por aqui, por que sinceramente, eu ando lendo cada crítica Água&Açúcar por aí que a minha diabetes está em nível crítico.
Gentchê! Eu criei vocês. Originalidade, please.


Vemk dilishaa!~


E o primeiro filme que eu vou comentar aqui, como vocês viram lá no título é 'Yes or No'.
Um filme que eu encontrei #SemQuererQuerendo nas minhas andanças no YouTube.
E antes que vocês caiam pra trás... é. É um filme lésbico. #Vráááá!~




Filhote: Ah, Omma! Que filme lésbico que nada! Tem uma menina e um menino na capa!

Eu: #SóQÑ
Essa pessoinha de branco é uma menina, Tina Jittaleela.
Depois falo mais sobre ela.
PRIMEIRO... A SINOPSE!



Sinopse: Pie ( a passiva #Parei- ) é uma menina rica e mimada que troca de dormitório na universidade por não aguentar mais dividir o quarto com uma coleguinha lésbica cheia de relacionamentos que não davam certo. Por um acaso do destino ela vai parar no quarto de Kim ( essa é a ativa #Parei- Agora é sério! Hum!~ ) e imediatamente não gosta dela por que, diferente da outra coleguinha lésbica ( que parecia menina ), Kim se veste como um garoto, e Pie se sente meio que ofendida com isso.
Incapacitada de mudar de dormitório de novo, Pie se vê obrigada a dividir o quarto com Kim, e as duas começam a desenvolver um relacionamento amigável e em seguida amoroso...



APRESENTANDO AS PERSONAGENS PRINCIPAIS



Pie ( Aom Manaying )


É uma fresca magrela metida á #DivaPurpurinada. É.
Podem jogar as pedras quem me disser que gostou da Pie de primeira. Manda!
Pra começar, sabe aquela expressão "Voz de Taquara Rachada"? Pois é. Surgiu nessa moça aí.
Mais feminina que ela também foi difícil encontrar, viu? Quase um clichê.
Preconceituosa e chata pra #Caraleeo!~
Kim comeu o pão que #Lucifah amassou antes dessa enjoada começar a tratar ela como gente.
Mereceu uma tijolada pelo menos até a metade do filme.




Kim ( Tina Jittaleela )


É uma fofa. Não tem como não gostar dela.
É tímida e só quer ficar de bem com a Pie o fiiiiilme inteiro.
Cursa agricultura na universidade e é muito bem resolvida com a opção sexual dela, o que não fica mesmo beeeem explicito no filme. Tanto que no começo eu achei que ela só gostava de se vestir de menino e talz, mas que não era lésbica nem nada. Bem, ela é.
E vira alvo fácil da ex-colega de quarto lésbica da Pie, Jane.
A cena mais engraçada envolvendo ela e a Pie é quando as duas se encontram pela primeira vez no quarto, e Pie tenta expulsá-la achando que Kim é um menino. Ela diz que é menina, e para provar, mostra os peitos pra Pie.
#ÓiaSafadeza!




DURANTE O FILME...


'Yes Or No' não força a barra e tenta mostrar um romance lésbico com beijos e como a Kim parece um garoto e a Pie é a passiva da relação que nega os seus desejos pela colega de quarto nem nada.
Na verdade é o tempo todo muito sutil.
Mostra o relacionamento das duas como a descoberta do primeiro amor. PONTO AQUI.
Kim é o lado interessado em agradar, e Pie, o lado que resiste por que quer cumprir com o que a sociedade ( e a mãe ) esperam dela. Como em qualquer relacionamento.
O diferencial mesmo é como o romance entre elas se desenrola.



Jane e Kim


Jane é a ex-colega de quarto lésbica, e amiga da Pie, e ela merece algum destaque no filme por que é por causa dela que as coisas entre Pie e Kim começam a acontecer.
Por quê?
Por que, inicialmente, Pie tenta ignorar a existência de Kim, mesmo vivendo as duas no mesmo quarto, e só começa a prestar atenção nela depois que Jane se interessa por Kim e começa a paquerar a criança.
Pois é.
Kim tem açúcar na pélvis. Nos dois filmes.~
Jane é bonita e doce, mas exige demais dos relacionamentos, por isso eles acabam.
Kim, evidentemente, NÃO está interessada em Jane, mas é amável com ela, e o relacionamento amigável entre as duas começa a incomodar Pie.



Tia Inn


Essa é a personagem mais brilhante do filme.
A típica tiazona solteira que sabe tudo e só dá conselho bacana.
Ela aparece também no segundo filme, mas a participação dela no primeiro ajuda Kim a reconhecer os seus sentimentos por Pie e á Pie entender o tipo de pessoa que Kim é.
*clap clap clap*


O PRIMEIRO BEIJO





É uma cena muito bonita e emocionante.
Um simples roçar de lábios que significa o universo inteiro.
Não teve apelação. Língua. Nem nada.
Foi apenas um selinho que disse tudo.
Mas logo em seguida, depois de um dia juntas na cama, brincando e sendo felizes ( sem #SafadezaFEELINGS!~ ), Kim diz que ama Pie, e ela responde que ainda não está pronta para contar á todo mundo sobre as duas.
Kim entende...
Aqui eu não estava mais contra a Pie por que meio que dá pra entender a posição dela.
Ela, diferente da Kim, era hétero até onde ela mesma sabia, e já tinha tido relacionamentos com garotos. Daí á se apaixonar por uma menina, é tudo muito confuso...
Perdoei, mas não abuse...




#FoiUÓ





O #FoiUÓ de hoje começou com uma situação fofinha que virou um cabaré.
Pois é.
Pie deixa Kim dormindo e vai pra aula, então, sem saber de nada, Jane vai lá ver Kim e a abraça.
Com os olhos cobertos por aquelas vendas de dormir, Kim pensa que Jane é Pie e a abraça de volta.
Aí, quem chega e vê a cena?
Pie, óbvio, que volta para casa aos prantos.


Aqui é o momento decisivo.
Eu achei que Pie ia dar pra trás e deixar a Kim sozinha nesse barco de "Eu Sou Lésbica!", mas ela acaba meio que contando para a mãe que gosta de uma menina, assim, quando Kim vai visitá-la, a mãe de Pie a trata de forma preconceituosa e intolerante.


Mais #UÓ mesmo foi que, quando confrontada por sua mãe sobre Kim, Pie nega ter alguma coisa com ela, e Kim vai embora de coração partido, e ela cai no chão, chorando.
Pie merecendo uma tijolada de novo! #Vadia~
Se era pra ficar sofrendo, podia ter assumido logo, né, colega?
Agora aguente.



~THE HAPPY END~





A cena que eu achei mais legal nesse final foi do pai da Kim consolando-a na fazenda, quando ela chega arrasada.
Mostrou que o que importava para ele era a felicidade da filha, não a sua opção sexual.
*clap clap clap*
#BorreiORímel~


Então...
Cenas das duas sofrendo separadas e talz, e Pie encontra a borboleta que Kim havia recortado para ela onde está escrito: "No dia em que estiver pronta, voaremos juntas."
Preciso dizer que essa frase arrepiou-me a epiderme? Não né.
E essa borboleta é o empurrão final que Pie precisava para deixar tudo para trás e ir buscar Kim na fazenda.


Outra cena muito interessante é do encontro de Pie com o pai de Kim, onde ele se mostra ser um homem compreensivo e bom, que aceita o relacionamento das duas com muita amabilidade.
Palmas pra esse coroa que está me dando muito orgulho!~


Pie finalmente encontra Kim, e tenta fazer parecer que tudo o que aconteceu foi só uma briguinha, mas depois que Kim conta como está magoada, ela acaba confessando que tinha muito medo do julgamento das pessoas sobre elas, mas sabia que se tivesse medo acabaria perdendo-a, então ela diz que não quer perdê-la.
Foi lindo, mas não o bastante.
Kim parece irredutível, então Pie chora e diz que está tudo bem, mas Kim a abraça e não a deixa ir.
Agradece por ela ter tido a coragem de amá-la e de escolhê-la. #Choray


E cena final das duas juntas ainda, se abraçando e sorrindo, enquanto a voz de fundo da Pie lê uma carta escrita para a sua mãe, falando de borboletas e amor, e pedindo que sua mãe a entenda sobre esse amor que ela tem com Kim, e que permita que ela vá até o fim sem se arrepender.
#FoiDigno



THE END






Nota: 10







Me mandem sugestões de filmes também por e-mail!


naylaelric@hotmail.com

0 comentários:

Postar um comentário

 
Bar da Meia-Noite © 2011 | Designed by Ibu Hamil, in collaboration with Uncharted 3 News, MW3 Clans and Black Ops